Um protesto a favor de Hercólubus


Recebi uma mensagem de uma pessoa que estuda as ciências ocultas, que acredita na existência do tal Hercólubus, ou Planeta Vermelho, e que ficou "um pouquinho" revoltada contra minha postura em relação à baixaria que rola na Internet.

Como é impossível provar que Hercólubus não existe, o que posso fazer e tenho feito nos últimos tempos é somente me colocar contra o que tenho lido de cientificamente errado a respeito dele e mostrar que algumas pessoas usam informações falsas que podem dar um ar de verdade ao que não faz nenhum sentido ou ao que não pode ser comprovado objetivamente. É isso aí: eu sempre irei denunciar quando encontrar uma página da Web com erros ou mentiras disfarçadas de Ciência.

Será que minha opinião sobre a realidade do planeta vingador tem alguma importância além da pessoal? Faz alguma diferença para o mundo se eu acredito nele ou não? Não deveria fazer, mas, pelo jeito, eu estou incomodando, porque muita gente anda escrevendo a mim para criticar meu modo objetivo de perceber o Universo.

Segue adiante minha resposta à mensagem, num esforço sincero para tornar útil a iniciativa do(a) reclamante, cuja identidade foi preservada:






Date: Fri, 29 Oct 2004 00:00:08 -0300
From: meu e-mail
To: nome do destinatário omitido <e-mail do destinatário omitido>
Subject: Re: QUANTA IGNORÂNCIA

Caro amigo

Não sei qual dos artigos que escrevi sobre Hercólubus causou sua reação. Foram muitos, porque não consigo aceitar que várias pessoas, incluindo crianças, tenham vindo a mim chorando de medo, algumas dizendo que vão se matar. Eu tinha de fazer alguma coisa.

Vou comentar sobre o que você escreveu:

> Não pude deixar de rir ao ver sua página... se é que se pode chamar isto de página...

Tenho recebido muitos elogios pela maioria delas, porque tento passar, gratuitamente, o que sei sobre Astronomia. Gosto de ensinar e acho que o mundo seria melhor se mais pessoas fizessem o que faço e tivessem as boas intenções que tenho.

> Acontece que é ridículo seu artigo sobre HERCÓLUBUS.

Tenho a mesma opinião sobre o livrinho do V. M. Rabolú, porque ele fala em cidades, florestas, seres perfeitos e oceanos com peixes em Vênus, onde já medimos a temperatura escaldante de 480 graus, numa atmosfera de pressão 90 vezes maior que a da Terra, na qual chove ácido sulfúrico. Você viu a descrição física dos seres perfeitos, na página 22?

> Como você pode tentar explicar o que você não pode compreender?

Tente ensinar-me o que não compreendo. Estarei ouvindo com atenção. Mas não me diga que Hercólubus é a Estrela de Barnard, porque não é mesmo. Não me diga também que ele já entrou no Sistema Solar e que já pode ser visto a olho nu, porque não pode. Não me diga que os astrônomos já viram, fotografaram e estão escondendo a verdade, porque é somente contra esse tipo de mentira que estou lutando.

> Pra você ser um verdadeiro cientista, duas coisas têm que andar juntas: a CIÊNCIA e a MÍSTICA (principalmente o ESOTERISMO).

Não concordo. São abordagens muito diferentes. Para ser um verdadeiro cientista é preciso seguir o método científico, que é muito rigoroso. Misticismo e esoterismo não se encaixam aí.

Engraçado. Tenho uma amiga que é mística e esotérica. Ela me disse que sou a pessoa mais mística que ela conhece. Por que será que ela disse isso? E olha que ela conhece muita gente!

> Se você vai somente para o lado da Ciência se tornaria como você é agora: um IGNORANTE ILUSTRADO...

Sou um ignorante assumido e feliz em Economia, Medicina, Política e muitas outras coisas, mas não em Matemática, Física e Astronomia. O método científico deu ótimos resultados na Astronomia e eu vejo que ela funciona muito bem. Ou você acredita em Davino, com aquela brincadeira da Terra que não gira em torno do Sol?

Não saber tudo e não saber nada são coisas diferentes. Não sabemos tudo, mas alguns fenômenos já são bem compreendidos. Eles funcionam seguindo leis físicas precisas, que têm sua razão de ser. Eles não dependem de fatores como o signo astrológico do pesquisador, ou se é uma sexta-feira dia 13, ou se alguém está rezando fervorosamente para que não ocorram como deveriam, ou se um místico-esotérico diz que as leis físicas estão erradas porque a aura do laboratório não foi considerada, etc.

A Ciência é o caminho certo para explicar os fenômenos do mundo físico. Ela não explica o mundo não-físico e deixa a tarefa, de mão beijada, para a Religião ou coisas da mesma linha. Seria uma limitação da Ciência? Não. É que a proposta dela não é tratar desse aspecto. A Religião, por exemplo, não nos informa a velocidade com que um elétron vai atingir um alvo se for submetido a uma determinada diferença de potencial. É a mesma coisa. Cada um na sua.

> Hercólubus é mencionado em todas as culturas antigas... culturas como a MAIA, a INCA, a ASTECA, a EGÍPCIA, a CHINESA, os grandes seres como NOSTRADAMUS, SÃO MALAQUIAS, SÃO JOÃO, ... Civilizações que foram 1000 anos mais avançadas em tecnologia que a nossa hoje... cujo computador atual foi objeto de museu para eles...

É difícil comentar sobre tais coisas, já que minha imagem mental sobre esse mundo antigo não se enquadra em sua descrição. Mas, de um modo ou de outro, não adianta ninguém falar, porque é preciso provar. Se Hercólubus está chegando, eu acho ótimo, porque o mundo está mesmo precisando dele. O que não vou aceitar é que inventem coisas totalmente irracionais e queiram dar falsas explicações científicas para elas, numa tentativa de aumentar sua credibilidade para os inocentes úteis.

> Como você quer conhecer o mistério do ultra da natureza sem o esoterismo?

A proposta da Ciência não é explicar o mistério do ultra, mas o fenômeno físico simples e objetivo. Não preciso de nenhum esoterismo para obter sempre os mesmos resultados em uma reação química de reagentes sempre iguais e submetidos às mesmas condições. É assim que a coisa funciona. Se preferir, diga que a Ciência trata somente do mundo material, que foi a proposta escolhida para ela.

O que o esoterismo afirma que acontece quando eu jogo sódio em água? E o que diz sobre o valor da carga do próton? E sobre a velocidade com que um tijolo atinge o solo se largado de cinco metros de altura, na Lua? E sobre o valor fixo da velocidade da luz no vácuo para todos os observadores em movimento retilíneo e uniforme em um campo gravitacional nulo?

> Você já se perguntou por que não conseguimos criar uma nave que vá tripulada até Marte, ou até Júpiter? Será que já não se perguntou?

Já. A resposta é simples e nada tem a ver com esoterismo. Estão envolvidas coisas como custo, risco, etc. Coisas bem mundanas mesmo. Quanto a Júpiter, só um astronauta muito burro tentaria pousar seu foguete lá.

> Simplesmente porque em poucas horas seríamos capazes de dizimar todo o nosso planeta e também nossos planetas vizinhos...

Alguns seres humanos são tão estúpidos que poderiam dizimar todo o nosso planeta agora mesmo. A tecnologia existe e está prontinha para ser usada, ao apertar de um botão. Não se iluda.

Você acha que não poderíamos lançar uma nave cheia de bombas de hidrogênio em direção a Marte para arrasá-lo? Não precisamos ir lá para tirar Marte do mapa do Sistema Solar. Poderíamos fazer isso daqui e nada nos impediria.

> Não nos dão essa capacidade pelo simples fato de não termos méritos...

Está brincando? Precisa de mérito para ter a capacidade de destruir cidades inteiras, cheias de inocentes, lançando bombas atômicas sobre elas? Quais méritos tinham aqueles que fizeram isso em agosto de 1945? Quem lhes deu essa capacidade?

> Hercólubus está vindo, sim... e não se assuste quando aparecer no céu dentro de alguns anos e seus radares ou telescópios não o detectarem...

É unicamente uma questão de fé. Se aparecer no céu, não vai dar para ver com meu telescópio? Acho muito difícil acreditar nisso. Ou será que ele vem invisível, sorrateiramente, como um ladrão na noite, para se mostrar somente na véspera do fim? Planetão esperto, hein?!

Por que Deus não acerta as contas diretamente conosco? Por que utiliza um astro esquisito e vermelho, maior do que Júpiter, que invalida as leis da Física? Não dá para entender.

> Levou décadas para os pseudo-astrônomos reconhecerem o 10º planeta...

Então sou pior do que eles, porque não reconheço nenhum décimo planeta. De qual planeta você está falando? Para mim, só existem nove. Perdi algum programa da TV Globo?

> ... então, para reconhecer Hercólubus levará uns 1000 anos... e até lá nova civilização já terá sido semeada após a grande catástrofe que se aproxima...

Soa estranho para mim, mas não é preciso ser vidente para perceber que, se o mundo continuar como está, vai acabar no buraco sem precisar de nenhum planeta vermelho. Basta um único presidente idiota com poder.

> Segundo o calendário juliano e alguns intérpretes das profecias de Nostradamus, aconteceria em 1999, porém esta mesma profecia sobre Hercólubus, segundo os Maias, ocorreria em 2043...

É. Aí, quando chegar em 2043 e nada acontecer, como em 1999, virá outra desculpa semelhante, para todo o sempre, amém.

Nostradamus deveria ter sido mais explícito. Por que ficou enrolando com aqueles versinhos que cada um que lê entende diferente?

Puxa vida! 2043? Que pena que eu vou perder a chegada da coisa. Gostaria que fosse logo, se possível no ano que vem.

> Nem nosso calendário é correto... não sabemos nada sobre o fundo de nossos mares... não sabemos nada sobre este planeta e já queremos impor razões óbvias e inexistentes sobre o que existe lá fora?

Eu fiz isso? Acho que não. Nem sei se entendi.

Eu disse que não sabemos tudo, mas que sabemos algumas coisas. O que tenho feito é mostrar que os argumentos científicos usados para comprovar a existência de Hercólubus são totalmente falsos. Em algum lugar eu disse, ou escrevi, que esse tal de Planeta Vermelho pode até existir, mas não por causa das explicações científicas absurdas que eu li em vários lugares.

Não sei se você já percebeu que minha briga é contra essas bobagens, porque as "provas" científicas que deram para Hercólubus são a maior enrolação da paróquia. São coisas que saíram da cabeça de gente com pouco conhecimento da Ciência e de sua proposta. São um sacrilégio, sob o ponto de vista científico.

Querem acreditar em Hercólubus? Tudo bem, mas não tentem dar explicações tolas como se elas fossem científicas. Fé não se discute e eu até aceito que o Vermelhão possa chegar algum dia. O que não dá mesmo para engolir é o besteirol com ar de coisa séria, porque ele convence os leigos e os deixa apavorados.

> Não vou esperar um débil pseudo-cientista me provar que existe vida inteligente em outros planetas...

Você prefere acreditar que existe? Eu também, mas é uma questão de fé.

> ... uma total ignorância pensar que somos somente nós a existir em todo o Universo... Existem civilizações e mais civilizações e muitos e muitos sistemas solares por aí... Tenho certeza e não preciso provar a ninguém...

Eu concordo com você. Poucos cientistas acham que estamos sozinhos, mas nenhum tem a prova de que não estamos. A gente tem esperança de que cedo ou tarde vai acabar encontrando nossos irmãos extraterrestres. Eu até ajudo o [email protected] Vá lá ver quantas horas de CPU eu já doei nessa busca.

> Só peço que antes de tentar explicar o que vocês mitômanos não compreendem... estudem um pouquinho só da CIÊNCIA PURA e principalmente o ESOTERISMO... Assim não passarão o ridículo de pensar que sabem e que na verdade não sabem de nada...

Mitômano? Fui no dicionário e li que é aquele que tem uma tendência impulsiva para a mentira. Mas eu não minto. Eu só reclamei de ter lido besteiras científicas que foram usadas para justificar algo que é somente produto da fé ou da intuição, não da Ciência. Querendo ou não, quem está mentindo é quem diz que Hercólubus já está visível a olho nu "no outro hemisfério" (é sempre no outro).

Sua definição de ciência pura muito provavelmente não bate com a minha.

A verdade científica sobre Hercólubus é que ele não deu, até agora, nenhuma dica de sua aproximação. Por enquanto, tudo está nos seus lugares de sempre. Nenhum planeta saiu de órbita, nenhum eixo foi torcido (os esotéricos adoram isso), nada de três dias de escuridão, nada de efeitos maléficos, etc.

Sempre que alguém disser alguma coisa do tipo "a aproximação de Hercólubus está causando uma estranha diferença no número de horas diurnas e noturnas", eu estarei presente para criticar duramente, porque esse fenômeno não está acontecendo, independentemente de o astro estar ou não chegando, fato este que nem vem ao caso e que não está mais em discussão, por ser uma questão de fé.

Agora você me entendeu? Fui mesmo muito ignorante por ter denunciado as mentiras científicas que estão contando na Web? Eu deveria ter deixado a turma livre para apavorar os leigos suicidas em potencial? Eu não deveria me importar assim com as outras pessoas?

Leia as demais coisas que eu escrevi em meu site e tente me julgar um pouco melhor. A expressão de uma única opinião não pode ser a medida do caráter de alguém.

Um abraço.


Roberto F. Silvestre


VOLTAR